Quórum

Era um plano simples: reclamar de dores misteriosas por semanas, comprar atestados médicos de uns açougueiros para justificar as faltas no trabalho, subornar o legista, pagar uma funerária – haja dinheiro! – e, depois, simular sua própria morte.

A pergunta martelava a cabeça já meio febril: quem iria? Quem não iria? Quem estaria chorando? Quem estaria de óculos escuros só fingindo chorar? Quem traria mais flores? Quem não vestiria preto? Ele se deliciava com as possibilidades, já sentia uns frêmitos de emoção contida, já sorria de antemão só de imaginar.

No dia certo, tudo preparado: testamento para a família, recomendações para os filhos, uma mensagem de celular para a viúva, uma internação às pressas num hospital obscuro em meio a uma viagem de trabalho mais obscura ainda. Diziam que o corpo estava irreconhecível, que era perigoso abrir o caixão por causa da doença, que ver um falecido naquelas condições faria chorar o mais empedernido inimigo.

O pseudomorto aguardava, escondido atrás de uma árvore, de chapéu, sobretudo e óculos escuros, pelo féretro. A ansiedade o corroía por dentro. Na hora do enterro, o padre. Bíblia na mão, depois de uma hora ou duas, só tinha chegado a mãe do morto – atrasada! – e a leitura mecânica de alguns versículos se seguiu.

Aquilo era demais. A raiva já lhe saía por todos os poros quando, com um grito desafinado, o morto morreu. Teve um enfarte fulminante.

A mãe fingiu não reconhecer. Foi enterrado como indigente.

Anúncios
Tags: ,

5 Comentários to “Quórum”

  1. Eu vi! Pensou e escreveu. Em 15 minutos. Coisa linda ter as palavras nas pontas dos dedos, viu…

  2. morrer é fácil, né.
    difícil é encarar a relevância disso pro resto do mundo.

    achei bacana, mas acho que tem mais cara de crônica. ou não?

  3. Enfarte de raiva, haha.
    Adorei “o morto morreu”. Ficou tão… impossível.

    Gostei!

  4. Adorei, Felipe. E concordo, realmente ficou com cara de crônica.

    A ironia do “morto morreu” me arrancou uma gargalhada, por mais idiota que possa soar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: